Licenciatura e Bacharelado: A História que não se conta!!


Em março de 2004, são instauradas as novas diretrizes curriculares nacionais (DCN’s) para os cursos de Educação Física, o que acarretou na famosa divisão curricular, surgindo nesse momento dois cursos: licenciatura e bacharelado.

 Mas como tudo isso começou?

 Com as mudanças no mundo do trabalho, na década de 80 grupos privatistas da área idealizavam o campo não escolar como um novo campo de trabalho, tendo uma visão lucrativa e empreendedora da mesma, dessa forma entendendo a Educação Física apenas como um mercado das atividades físicas. Com essa idealização esses grupos privatistas (atual CONFEF/CREF’s) queriam a criação de um curso que viesse a suprir a demanda para a formação desse novo campo informal e precário que se “abria”. Após um tempo surge a Resolução 03/87 criando o bacharelado, que foi uma descaracterização epistemológica da área, na tentativa de assegurar o trabalho nos campos não-escolares, descaracterizando assim o  trabalho pedagógico. Depois de longas discussões, anos mais tarde em 2004 ocorre a divisão do curso de Educação Física, sendo assim, aprovada as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (07/2004). É relevante ressaltar que o sistema CONFEF/CREF’s teve grande influência para firmar essa divisão curricular, pois, seu interesse é apenas de mercado, isto é, com a formação dos bacharéis em Educação Física ele obriga que todos se filiem a ele para poder exercer a profissão. E ainda não contentes criaram falsas polêmicas em nossa área que foram e são reproduzidas cotidianamente, nos dizem que:

Os licenciados em Educação Física devem trabalhar somente na escola e os bacharéis no campo não escolar, isto é, clubes, academias, hotéis, etc.

Será que mentiram para nós? Concerteza!!!

A licenciatura é a formação de professores, seja para a área escolar ou não. O licenciado pode atuar em todos os campos, e a licenciatura se caracteriza por ser plena. Portanto, não há nenhum impedimento legal para o licenciado atuar em qualquer posto de trabalho.Quem pode dizer e legislar sobre as profissões é somente a União, sendo inconstitucional a exigência aos conselhos de área (PARECER CNE N° 400/2005).
O bacharelado, forma unicamente para o campo de atuação não escolar. Isso, é um interesse mercantil, para que estes não tenham opção de escolha, ficando submetidos à desvalorização de seu trabalho. Além de não ter os conteúdos pedagógicos, o bacharel fica condicionado a trabalhar em um campo que não garante direitos trabalhistas e descaracteriza a Educação Física por afirmar que este é um profissional somente da atividade física. Independente de onde iremos atuar seremos professores, pois estaremos trabalhando com o trato pedagógico.A licenciatura é a formação de professores, seja para a área escolar ou não. O licenciado pode atuar em todos os campos, e a licenciatura se caracteriza por ser plena. Portanto, não há nenhum impedimento legal para o licenciado atuar em qualquer posto de trabalho.Quem pode dizer e legislar sobre as profissões é somente a União, sendo inconstitucional a exigência aos conselhos de área (PARECER CNE N° 400/2005).

 O bacharelado, forma unicamente para o campo de atuação não escolar. Isso, é um interesse mercantil, para que estes não tenham opção de escolha, ficando submetidos à desvalorização de seu trabalho. Além de não ter os conteúdos pedagógicos, o bacharel fica condicionado a trabalhar em um campo que não garante direitos trabalhistas e descaracteriza a Educação Física por afirmar que este é um profissional somente da atividade física. Independente de onde iremos atuar seremos professores, pois estaremos trabalhando com o trato pedagógico

O que o Movimento Estudantil de Educação Física defende?  

Queremos a revogação das atuais DCN’s, para a formulação de um currículo amplo, que contemple o conhecimento da Educação Física que é a cultura corporal, uma formação que abranja o caráter pedagógico, técnico, político e social. Por isso o MEEF juntamente com a LEPEL traz a proposta da licenciatura ampliada, pautada em uma formação integral que garanta uma visão crítica e reflexiva  da sociedade e da Educação Física.

        Educação Física é uma só! Formação Unificada Já!

 

 ( Texto de responsábilidade da Executiva Nacional de Estudantes de Educação Física).

exneef                                                                                                                     0000

About these ads

6 respostas a Licenciatura e Bacharelado: A História que não se conta!!

  1. cal diz:

    isso está errado.

    a resolução 03/87 foi vigente até 2002 e os formados em turmas anteriores a ela, eram regidas e faz com que os licenciados PLENOS atuem tant nas escolas quanto fora dela.

    Somente a partir de 2004 que as turmas foram efetivamente separadas, peloa resolução do CNE de 2002

    ou seja, que foi formado em LICENCIATURA PLENA até 2004 PODE SIM atuar em ambas as areas

    • Prezado,
      A nota técnica nº 003/2010-CGOC/DESUP/SESu/MECD estende até 2005 e não apenas até 2002. Mas a questão não é essa. Toda licenciatura é PLENA. Não existe licencitura CURTA.
      Preste atenção, não existe lei que proíba o licenciado de atuar nas áreas não formais. Entretanto, para atuar na Educação a lei 9394/96 (LDB) exige o curso de licenciatura; os bacharéis não podem atuar PORQUE EXISTE UMA LEI indicando que deve ser um licenciado.

      Para apimentar as discussões, entraram em vigor, em 2010, os Referenciais Curriculares Nacionais dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura. O texto não deixa qualquer margem de dúvida em relação ao campo de trabalho do Licenciado.

      AMBIENTES DE ATUAÇÃO. O Licenciado em Educação Física trabalha como professor em instituições de ensino que oferecem cursos de nível fundamental e médio; em editoras e em órgãos públicos e privados que produzem e avaliam programas e materiais didáticos para o ensino presencial e a distância. Além disso, atua em espaços de educação não-formal e em instituições que desenvolvem pesquisas educacionais (BRASIL, 2010, p. 31).

    • Prezado cal,

      Consulte as seguintes legislações:
      Ofício 229 CES/CNE/MEC
      Parecer CNE/CES nº 274/2011
      Parecer CNE/CES n. 82 de 2011
      Parecer 400 de 2005
      Parecer CNE/CEB 12/2005

      Você precisa saber a verdade!!!

      Vá ao meu site, pois terá acesso a estas legislações.

      http://www.carlosfigueiredo.org

  2. peninsular de oliveira diz:

    sou do estado do RS, entrei no curso de Educação Física em 2006 porque era meu sonho, e a universidade de Lajeado ofereceu o curso completo, comprei e agora, semestre passado ficamos sabendo que não poderemos atuar em todas as área e sim somente em licenciatura, estou devendo o credito educativo, assim como muitos colegas estão vou procurar meus direitos na justiça, pois me sinto muito enganado e individado. Onde esta o nosso direito adquirido

    • Dener Azevedo diz:

      Fique tranquilo, a partir do novo ” Referenciais curriculares nacional dos cursos de licenciatura e bacharelado-MEC- Abril, 2010″ vc estará legitimado a atuar em ambas as áreas ( EF escolar e também no fitness) veja o documento e fique tranquilo!

      Azevedo

  3. Marília de Moraes diz:

    Tá, tá bom!
    Quem veio antes de 2004 se formou em Licenciatura Plena, ok!
    Mas e quem veio dps?
    Se viu obrigado(a) a se formar apenas em uma área!
    Caro colega, estás sendo egoísta e estás tendo uma visão limitada!
    O que interessa é tornar viável a formação da licenciatura ampliada a TODOS!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: